• Raphael Uba de Faria

F1 para Master Sytem

Atualizado: 23 de out. de 2020

Olá, pessoal!

Hoje, falarei sobre um jogo icônico, que marcou minha infância: F1, para Master System! Ele foi lançado em 1993, pela Domark (atual Square Enix Limited), para os consoles Mega Drive, Master System e Game Gear, da SEGA, e para o Amiga, uma marca canadense de computadores popular nos anos 1980 e 1990. No mesmo ano, chegou ao Brasil por intermédio da Tec Toy. É famoso por ter sido o primeiro jogo oficial da Fórmula 1, licenciado pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

Apesar de todas as limitações da época, esse jogo é muito divertido! Ele tem um visual bonito e os gráficos já possuem uma boa qualidade, com vários detalhes interessantes, como o brilho e o movimento dos pneus, os cenários das cidades ao fundo (como uma roda gigante e o viaduto em Suzuka ou os prédios em Imola), propagandas com a cara do Sonic, moitas e postes com olhos-de-gato nas laterais das pistas, giro de 360º quando o jogador bate em um carro, em uma placa ou derrapa, etc. É bom ficar de olho na quantidade de batidas e derrapadas, porque o carro vai se desgastando e você pode ser obrigado a parar no Box para repará-lo, o que se faz parando o carro no acostamento da reta de chegada.


Capa do F1 para Master System

Autor: Domark

Direitos de Imagem: © Square Enix


A jogabilidade é muito boa! O jogo e os controles são rápidos e ágeis. É preciso bastante atenção para se manter na pista sem rodar e sem bater nos carros adversários, que batem, mas não passam por cima de você, como em outros jogos de corrida da época. O cenário é envolvente e bem produzido. A parte de baixo da tela é ocupada pelo painel do carro que possui velocímetros analógico e digital, número de voltas, posição e tempo de volta (atual e melhor, sempre que é cruzada a linha de chegada). O modo com dois jogadores mantém a qualidade e as dimensões do carro e das placas.

Os jogos antigos parecem possuir duas grandes vantagens sobre os jogos novos: são bem mais curtos e não precisam carregar. Se você tiver uma hora livre do seu dia, pode ligar seu videogame e jogar um campeonato de Fórmula 1, uma Copa do Mundo ou um jogo de aventura até o final. Hoje em dia, você vai ligar seu console e aguardar por alguns minutos até que o jogo carregue. Se for a primeira vez que você vai jogar, vários minutos serão necessários pra configurar suas preferências. É bem provável que, em uma hora você não consiga jogar nada, ou que jogue só um pouco por ficar esperando os carregamentos, enquanto alguém se diverte como nunca em um videogame mais antigo. Mas, voltemos ao jogo!

A versão para Master System é mais simples em termos de quantidade de pilotos, pistas e equipes, devido às suas limitações em relação a outros consoles. Nela, encontramos os pilotos Alain Prost, correndo pela Williams, Jean Alesi, pela Ferrari, Johnny Herbert, pela Lótus, Michael Andretti, pela McLaren, Michael Schumacher, pela Benetton, Martin Brundle, pela Ligier, J. J. Lehto, pela Jordan e Christian Fittipaldi, pela Minardi. Respondendo aos mais jovens: sim! São todos pilotos verdadeiros! Apesar das diferentes equipes, os carros adversários são todos iguais. O jogador corre pela fictícia Domark e pode escrever seu nome antes de iniciar alguma competição. Mas onde está o Senna? Em 1993 ele ainda estava encantando a todos na Fórmula 1 e era o principal nome da categoria, mas ele possuía um jogo próprio, Ayrton Senna’s Super Monaco GP II, e acabou ficando de fora.

Assim que o jogo é inicializado, você pode escolhe se jogará com um ou dois jogadores, o nível de dificuldade (fácil ou difícil) e qual tipo de corrida você quer: modo Arcade ou modo Grand Prix. No Arcade, um piloto é eliminado por corrida, até que sobrem apenas dois na última prova. Antes de começar, você pode selecionar quantas voltas serão disputados por corrida (4, 8 ou 12) e qual será a primeira pista. Depois disso, o jogo segue sua sequência oficial de circuitos, que será citada mais à frente.

O modo Grand Prix é o mais completo! Após selecionar o número de voltas, surge um menu em que você pode escolher por iniciar o treino qualificatório, pular a pista ou ajustar o carro. Nos ajustes, é permitido escolher a inclinação da asa (30º, 45º ou 60º), o tipo de pneu (duro ou macio), o modelo de câmbio (automático ou manual), e o motor (com mais potência ou com mais torque). É legal termos essas opções, mas é sempre melhor correr com pneu macio, mais potência e asa de 45º!

Carro ajustado, é hora de iniciar a qualificação. São apenas duas voltas: a de saída e a rápida! Uma dica valiosa é sempre esperar uns bons segundo antes de começar a correr, caso contrário, você terá todos os carros adversários em baixa velocidade pela frente na sua volta rápida, o que pode causar grandes decepções... Terminado o treino, vem a corrida!


Grande Prêmio da Grã-Bretanha

Autor: Domark

Direitos de Imagem: © Square Enix


Oito pistas estão disponíveis no jogo. A sequência é: Grande Prêmio de San Marino, em Imola, Grande Prêmio da França, em Magny-Cours, Grande Prêmio da Grã-Bretanha (mais conhecido no Brasil como Grande Prêmio da Inglaterra), em Silverstone, Grande Prêmio da Alemanha, em Hockenheim, Grande Prêmio da Itália, em Monza, Grande Prêmio de Portugal, em Estoril, Grande Prêmio do Japão, em Suzuka e Grande Prêmio da Austrália, em Adelaide. O jogo obedece à pontuação oficial da Fórmula 1 da época, que dava 10 pontos ao vencedor, 6 ao segundo colocado, 4 ao terceiro, 3 ao quarto, 2 ao quinto e 1 ao sexto.

E então? Ficou com vontade de jogar? F1 é um ótimo jogo! Muito divertido e com bons gráficos! Vale a pena conferir!

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo