• Marco Túlio Gazzola

Ilhas: de Inferno a Paraíso na Terra

Ao longo da história existiram diversas ilhas pelo mundo que foram utilizadas como prisões seja para manter afastados indivíduos indesejáveis politicamente (adversários políticos) ou indesejáveis socialmente (leprosos, assassinos, ladrões etc). Com o passar dos anos, mudanças de conceitos, comportamentos e perspectivas permitiram que essas ilhas se transformassem em locais turísticos cobiçados. Conheça alguns desses locais.


ALCATRAZ (ESTADOS UNIDOS)


Alcatraz é uma ilha situada na Bahia de São Francisco, Califórnia, Estados Unidos. Em 1850, o governo estadunidense construiu aí uma base militar, que assim funcionou até 1930. Alguns anos depois, o Departamento de Justiça tomou o controle do local, transformando-o em uma Penitenciária Federal de segurança máxima até 1963, quando verificou-se não ser mais conveniente manter o local com essa função.

Em seus quase 30 anos de funcionamento, Alcatraz recebeu 1576 prisioneiros, - dentre os mais famosos estão Al Capone e Robert Franklin Stroud, conhecido como “birdman of Alcatraz”, e registrou 14 tentativas de fuga, nenhuma delas comprovadamente bem-sucedida. A mais famosa ocorreu em 1962, quando três detentos conseguiram escapar da ilha mas nunca foram encontrados. Essa fuga espetacular rendeu o filme “Alcatraz – fuga impossível”, de 1979. Além disso, o canal fechado History Channel produziu em 2015 o documentário “Alcatraz, em busca da verdade" no qual explora-se a possibilidade desses lendários detentos terem sobrevivido e fixado moradia no Brasil.

Em 17 de janeiro de 1986, a Ilha de Alcatraz foi declarada pelo governo estadunidense marco histórico nacional. Posteriormente, o Serviço Nacional de Parques divulgou um plano chamado Alcatraz Development Concept and Environmental Assessment (Conceito de Desenvolvimento e Avaliação Ambiental de Alcatraz) que impulsionou as iniciativas para preservação ambiental e para o turismo na região.

Atualmente, a expectativa por conhecer um lugar tão falado e ao mesmo tempo tão guardado dos olhos do mundo exterior fazem com que Alcatraz receba cerca de 1,3 milhão de visitantes anualmente.


Veja algumas imagens.


Fonte: https://www.viator.com/pt-BR/tours/San-Francisco/Alcatraz-and-City-Tour/d651-30758P7


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Alcatraz_Island,_helicopter_view.jpg


ILHA DE PIANOSA (ITÁLIA)


Pianosa é uma ilha situada no Parque Nacional do Arquipélago Toscano, na Itália, que funcionou como colônia penal de 1856 a 1967, e transformada em prisão de segurança máxima em 1968, permanecendo assim até 1998. Durante esse longo período que serviu como cárcere recebeu diversos presidiários, de terroristas e chefes da máfia a líderes políticos, dentre os quais Sandro Pertini, que após cumprir sua pena nesse local entre 1931 e 1935, viria a se tornar Presidente da Itália em 1978.

A Ilha, que chega a ser mencionada na obra O Conde de Monte Cristo, possui uma área de, aproximadamente, 10 quilômetros quadrados e está a 14 quilômetros da Ilha de Elba. A origem de seu nome é atribuída ao fato de ser um território plano e de baixa altitude: apenas vinte e nove metros acima do mar. Hoje, o local é uma área ambiental protegida, porém autorizada a receber um número limitado de turistas.


Confira algumas imagens desse belo local


Fonte: https://br.pinterest.com/pin/814236807603558388/



Fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_Pianosa#/media/Ficheiro:Porticciolo_di_Pianosa.JPG


ILHA DE FERNANDO DE NORONHA (BRASIL)


O Arquipélago de Fernando de Noronha tem como marco dos esforços de ocupação efetiva do território o ano de 1737. Nesse ano, por meio de carta régia, Portugal ordena que a província de Pernambuco encontre uma forma de ocupar a ilha, a fim de evitar novas tentativas de ocupação por outras nações. Assim, inicia-se a construção das fortificações e da colônia correcional, chegando à ilha os primeiros sentenciados militares, desterrados e afins.

Em 1859, um decreto tornou oficial a possibilidade dessa prisão aceitar sentenciados pela justiça civil, ampliando seu uso. A partir daí a ilha recebeu presos políticos e militares das mais diversas etapas da história do Brasil.

Atualmente, devido à importância do arquipélago para a vida marinha, Fernando de Noronha é reconhecido como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO. Seus visitantes, em número cada vez maior a cada ano, são atraídos pelas inúmeras piscinas naturais, aves marinhas raras, peixes coloridos e pelo espetáculo proporcionado pelas dezenas de golfinhos rotadores.


Veja abaixo algumas imagens


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Fernando_de_Noronha_-_vista_aera.jpg


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:EDUARDO_MURUCI_-_BAIA_DOS_PORCOS.jpg


ILHA COIBA (PANAMÁ)

Coiba é a principal ilha de um arquipélago composto por 38 ilhas que constituem o Parque Nacional Marinho de Coiba - reserva marinha na costa do Pacífico do Panamá.

De difícil acesso, Coiba foi usada, entre 1919 e 2004, como local para o cumprimento de penas rigorosas, sem preocupação com o respeito aos direitos humanos, sendo considerada a versão panamenha da Ilha do Diabo. Estima-se que no seu auge, a ilha abrigou 3 mil presos (inclusive presos políticos) distribuídos em cerca de 30 campos.

Em1968, após a deposição de Arnulfo Arias Madrid por um golpe de Estado, sob ao poder Omar Torrijos que comanda o país até sua morte, em 1981. Em seu governo inicia-se o fenômeno conhecido como Los Desaparecidos: opositores políticos eram assassinados e enterrados sem identificação nessa prisão ou jogados aos tubarões em suas águas circundantes.

Após o fim da prisão, pesquisadores chamaram a atenção para o valor ambiental da Ilha e, em 2005, a UNESCO reconheceu o local como Patrimônio Mundial da Humanidade e Zona Especial de Proteção Marinha. A partir daí, observou-se o retorno gradual de diversas espécies marinhas, existindo, atualmente, cerca de 800 espécies de peixes, 33 espécies de tubarões e 20 espécies de cetáceos catalogadas. Além disso, projetos de pesquisas recentes demonstraram que novos produtos químicos obtidos a partir de corais, esponjas, fungos e bactérias presentes na ilha podem ser usados para tratamento de diversas doenças.

Essa rara beleza ainda preservada está atraindo interesse turístico cada vez maior. por isso, em 2009, o governo panamenho elaborou um plano para limitar o fluxo de turismo na ilha e, desde então, esforça-se para mantê-la preservada.


Veja algumas imagens desse paraíso



Fonte: http://www.qualviagem.com.br/coiba-e-paraiso-protegido-no-panama/


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Coiba#/media/Ficheiro:Coiba.JPG


Referências


www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/04/160418_vert_tra_ilha_panama_fd.amp


www.natgeo.pt/meio-ambiente/como-uma-mortifera-ilha-prisao-se-transformou-num-paraiso-natural/amp


http://www.coibanationalpark.com/prison.html


http://mapa.an.gov.br/index.php/menu-de-categorias-2/332-presidio-de-fernando-de-noronha


www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/um-paraiso-de-prisao-13grkhz6d2yn7v8j71fye79se/amp/


http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/1663/


https://historiadomundo.com.br/amp/idade-contemporanea/a-lendaria-prisao-de-alcatraz.htm


http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/08/detentos-trabalham-em-prisao-que-virou-hotel-na-italia.html

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo