• Raphael Uba de Faria

O Futebol e a Sociedade: Religião - Parte 2/2

Olá, pessoal!

Hoje continuaremos falando sobre a relação entre futebol e religião, apresentando mais casos interessantes. Acompanhem!

Seleção de Israel

Todo mundo que já consultou um mapa-mundi sabe muito bem que Israel fica na Ásia. Entretanto, se você for procurar pelas seleções inscritas na AFC (Asian Football Confederation – Confederação Asiática de Futebol), não encontrará o nome do país, pois ele é filiado à UEFA. Para entender a razão, vamos conhecer um pouco da curiosa história da Seleção Israelense.

Ela surgiu em 1928, vinte anos antes da formação do país! Naquela época, a Palestina, de população majoritariamente árabe e muçulmana, estava sob administração britânica, no que ficou conhecido como Mandato Britânico da Palestina. Com a extinção do Império Otomano, ao fim da Primeira Guerra Mundial, o Reino Unido tomou para si a responsabilidade de administrar a região, contrariando o interesse de independência do país. Os britânicos também começaram a apoiar a ideia da criação de um estado judaico na região, pois os judeus sofriam fortes perseguições na Europa. Quando o pedido para a criação de uma seleção judaica surgiu, os britânicos não viram problema.

Oficialmente, ela era chamada de Seleção do Mandato Britânico da Palestina, mas, na prática, era a seleção do que viria a ser o Estado de Israel, pois era controlada pela já existente Associação de Futebol de Israel e só possuía jogadores de origem judaica. Sob a bandeira do Mandato, ela disputou as eliminatórias para as copas do mundo de 1934 e 1938. Quando o Estado de Israel foi criado, em 1948, a seleção adotou seu nome atual.

Escudo da Seleção Israelense de Futebol

Direitos de Imagem: Israel Football Association

Fonte: https://www.football.org.il/en/

Inicialmente, ela disputava as competições da AFC, mas os países muçulmanos se recusavam a enfrentar tanto a seleção, quando os clubes do país. Durante Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1958, por exemplo, os israelenses foram campeões da fase classificatória disputada entre seleções da Ásia e da África sem jogar nenhuma partida! Aqueles que seriam seus adversários em cada fase, Turquia, Indonésia e Sudão, todos países muçulmanos, se recusaram a entrar em campo. Como a FIFA havia definido que ninguém poderia disputar a Copa sem realizar ao menos um jogo durante as Eliminatórias, Israel teve que jogar uma repescagem e acabou eliminado pelo País de Gales. A seleção continuou na AFC até 1974, quando foi excluída após um pedido de Kuwait e Coreia do Norte, que também se recusaram a entrar em campo contra eles durante a realização dos Jogos Asiáticos do mesmo ano. A solicitação foi apreciada e aprovada pelos demais membros da confederação.

Israel disputou as Eliminatórias para Copa de 1982 na Europa, mas depois foram inscritos na OFC (Oceania Football Confederation – Confederação de Futebol da Oceania), onde disputaram as Eliminatórias para as copas de 1986 e 1990. Finalmente, em 1991, em função da localização geográfica, a FIFA optou por recolocá-los na UEFA, onde permanecem.

Celtic x Rangers

Este é o caso mais conhecido e divulgado envolvendo religião e futebol. Os dois maiores clubes da Escócia, donos de 106 dos 113 campeonatos nacionais realizados até hoje (54 para o Rangers e 52 para o Celtic), disputam entre si o clássico da cidade de Glasgow, conhecido como Old Firm (Velha Firma), desde 1888. A rivalidade entre eles se tornou ainda mais acirrada em função da religião e da origem de seus torcedores: o Celtic é ligado à comunidade católica de ascendência irlandesa e, o Rangers, à protestante, nativa e favorável ao Reino Unido.

Embora nos primeiros anos não houvesse muita polêmica em relação a isso, a questão começou a se acentuar em 1912, quando uma construtora naval da Irlanda do Norte, que tinha o costume de não contratar católicos, abriu um estaleiro em Glasgow. Junto, vieram muitos trabalhadores protestantes, que passaram a torcer para o Rangers. Após a Primeira Guerra Mundial, a equipe adotou a mesma prática e deixou de contratar jogadores católicos, o que perduraria até 1989. O Celtic, por sua vez, nunca proibiu a contratação de protestantes.

Escudo do Celtic Football Club

Direitos de Imagem: Celtic Football Club

Fonte: https://www.celticfc.net/mainindex

A divisão entre os clubes também fica clara em seus escudos. O do Celtic é verde e branco e possui um trevo de quatro folhas, referência ao trevo comum, símbolo, assim como a cor verde, da Irlanda. O do Rangers apresenta as cores da bandeira do Reino Unido, azul, vermelho e branco e, tem ao centro, um leão, historicamente associado à Inglaterra. Durante as partidas, é comum vermos bandeiras da Irlanda, de um lado, e da Irlanda do Norte e Reino Unido do outro.

Escudo do Rangers Football Club

Direitos de Imagem: Rangers Football Club

Fonte: https://www.rangers.co.uk/

Entretanto, como resultado do aumento da diversidade dentro do futebol e da diminuição da força das religiões na sociedade, a rivalidade entre os dois clubes tem ficado cada vez mais circunscrita ao aspecto esportivo.

Liga Desportiva de Maputo

Assim como o Brasil, Moçambique é uma ex-colônia portuguesa. Sua população está dividida entre diversas crenças religiosas e os números a respeito não costumam ser muito precisos. Há grande presença de religiões regionais, do cristianismo e do islamismo.

Em 1990, na capital do país, foi criada a Liga Desportiva Muçulmana de Maputo, fortemente ligada, como o próprio nome já diz, à comunidade muçulmana. Seu escudo trás o símbolo da lua crescente e estrela, presente na bandeira de diversos países islâmicos, como Turquia, Tunísia, Paquistão e Argélia, por exemplo.

Outro símbolo do islã, o verde, que, segundo o Alcorão é a cor das vestimentas que serão usadas por aqueles que chegarem ao paraíso, é predominante no escudo e no uniforme. Em alguns momentos, o branco, outra cor importante na cultura islâmica, utilizada durante as orações de sexta-feira e as peregrinações para Meca, também aparece no calção ou na camisa. O time teve uma rápida ascensão no futebol e, em 2010 conquistou seu primeiro título do Moçambola, a primeira divisão do país. Outros três vieram em 2011, 2013 e 2014.

Escudo da Liga Desportiva de Maputo

Direitos de Imagem: Liga Desportiva de Maputo

Fonte: https://www.ligamocambique.org.mz/pt/competicao/equipas/liga-desportiva-de-maputo/

O nome do clube sempre foi alvo de críticas pela clara manifestação religiosa (que, como vimos nos casos anteriores, sempre vem acompanhada de questões políticas), mas os dirigentes alegavam que o clube não era uma congregação religiosa e se apoiavam no direito de liberdade de culto para manter a denominação. Além disso, nunca houve uma contestação por parte da FIFA ou da federação de futebol de Moçambique (a Liga Moçambicana de Futebol) Mas tudo mudaria após 2012.

O esporte mais popular do país é o basquete e, naquele ano, o clube conquistou o título nacional feminino e o direito de disputar a Afrobasket, principal competição do continente (da qual seria campeão). Contudo, no momento de realizar sua inscrição no campeonato, a FIBA, Federação Internacional de Basquetebol, apoiada em seu regulamento que veta qualquer referência política ou religiosa, proibiu a Liga Muçulmana de utilizar seu nome e ela acabou se inscrevendo como Liga Desportiva de Maputo.

Dois anos depois, em 2014, como decorrência do veto da FIBA, uma assembleia-geral foi convocada como intuito de alterar o nome do clube. Duas opções foram apresentadas: Liga Desportiva de Maputo e Liga Desportiva de Moçambique. Temendo que a segunda opção gerasse confusão com o nome da federação do país, optou-se pela primeira opção, que apenas suprime o termo religioso do nome. O escudo, que contém as iniciais da equipe, perdeu uma das duas letras M, mas manteve o crescente e lua, assim como a cor verde.

Referências:

https://news.sky.com/story/why-does-israels-football-team-play-in-europe-10359083

http://www.rsssf.com/tables/58q.html

https://www.glasgowtimes.co.uk/sport/other_football/15149515.why-old-firm-match-is-greatest-derby-in-the-world/

https://www.dn.pt/desporto/outras-modalidades/fiba-proibe-nome-liga-muculmana-a-equipa-mocambicana-2839477.html

https://www.jornalnoticias.co.mz/index.php/desporto/19740-liga-muculmana-muda-de-nome.html

https://noticias.mmo.co.mz/2012/10/africano-de-basquete-liga-muculmana.html

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo